8 de janeiro de 2013

VICTOR GASPAR EM 1993


Com tanta versão de Excel e ainda não acertou ?


Ano de 1993: era Cavaco Silva 1º. Ministro e com a economia portuguesa a ruir, um alucinado Braga de Macedo, então seu  ministro das Finanças, foi à Assembleia da República gritar a plenos pulmões que o país era um ?oásis?. Este sketch parlamentar resistiu à passagem do tempo. Quem não resistiu foi Braga de Macedo: após um breve compasso de espera, Cavaco calçou-lhe uns patins.


Quem era o homem que, em 1992, fez as previsões para Braga de Macedo?
Um tal Vítor Louçã Rabaça Gaspar, que chefiava o Gabinete de Estudos do Ministério das Finanças. Onde falhou ele nas previsões? Falhou em tudo na evolução da economia e na arrecadação das receitas fiscais.


Veja-se:

Gaspar previu um crescimento do PIB de 2% em 1993, mas a economia acabou por recuar 0,7%, ou seja, um pretenso oásis que Braga de Macedo anunciava acabou numa recessão!!! O Orçamento do Estado para 1993 previa um encaixe à volta de 3.340 milhões de contos (16.660 milhões de euros) com as receitas correntes, mas houve necessidade de fazer um orçamento rectificativo que já
estimava menos 364,7 milhões de contos (1,8 milhões de euros), porque a receita fiscal teve um desempenho bem pior do que aquele governo estava à espera.



Vinte anos depois, o tal Vítor Louçã Rabaça Gaspar, que levou Braga de Macedo a estatelar-se contra a parede em 1993, não vos lembra ninguém?»


Mas olhem que é o mesmo que estão a pensar !!

Puxa que o homem ainda não conseguiu aprender nada!!!.

1 comentário:

Rogério Pereira disse...

Boa malha!

(mas eu acho que ele sabe-a toda, não alinho na tese da incompetência...)