9 de julho de 2012

Sabem mesmo quem é Carlos Moedas?


Os arautos da transparência...

Os arautos da transparência, têm como adjunto do primeiro-ministro, o senhor Carlos Moedas, que se veio agora a saber ter 3 empresas ligadas às Finanças, aos Seguros e à Imagem e Comunicação, tendo tido como sócios, Pais do Amaral, Alexandre Relvas e Filipe de Button a quem comprou todas as quotas em Dezembro passado.

Como clientes tem a Ren, a EDP, o IAPMEI, a ANA, a Liberty Seguros entre outros.

Nada obsceno para quem é adjunto de PPC!

E não é que o bom do Moedas até comprou as participações dos ex-sócios para "oferecer" o bolo inteiro à mulher???!!!!. Disse ele à Sábado .

Não esquecer ainda que o Carlos Moedas é um dos homens de confiança do Goldman Sachs, a cabeça do Polvo Financeiro Mundial, onde estava a trabalhar antes de vir para o Governo.
Também o António Borges é outro ex-dirigente do Goldman e que agora está a orientar(!?!?) as Privatizações da TAP, ANA, GALP, Águas de Portugal, etc.

Adoro estes liberais de trazer por casa, dependentes do Estado, quer para um emprego, quer para os seus negócios.

Lamentavelmente, a política económica suicidária da UE, que resultou nas tragédias que ja todos conhecem, acresce a queda do Governo Holandês (ironicamente, acérrimo defensor da austeridade) e o agravamento da recessão em Espanha. Por conseguinte, a zona euro vê o seu espaço de manobra cada vez mais reduzido e os ataques dos especuladores são cada vez mais mortíferos. Vale a pena lembrar uma vez mais que o Goldman and Sachs, o Citygroup, o Wells Fargo, etc. apostaram biliões de dólares na implosão da moeda única. Na sequência dos avultadíssimos lucros obtidos durante a crise financeira de 2008 e das suspeitas de manipulação de mercado que recaíam sobre estas entidades, o Senado norte americano levantou um inquérito que resultou na condenação dos seus gestores. Ficou também demonstrado que o Goldman and Sachs aconselhou os seus clientes a efectuarem investimentos no mercado de derivados num determinado sentido. Todavia, esta entidade realizou apostas em sentido contrário no mesmo mercado. Deste modo, obtiveram lucros de 17 biliões de dólares (com prejuízo para os seus clientes).

Estes predadores criminosos, disfarçados de banqueiros e investidores respeitáveis, são jogadores de póquer que jogam com as cartas marcadas e, por esta via, auferem lucros avultadíssimos, tornando-se, assim, nos homens mais ricos e influentes do planeta. Entretanto, todos os dias são lançadas milhões de pessoas no desemprego e na pobreza em todo o planeta em resultado desta actividade predatória. Tudo isto, revoltantemente, acontece corn a cumplicidade de governantes e das autoridades reguladoras. Desde a crise financeira de 1929 que o Goldman and Sachs tem estado ligado a todos os escândalos financeiros que envolvem especulação e manipulação de mercado, com os quais tem sempre obtido lucros monstruosos. Acresce que este banco tem armazenado milhares de toneladas de zinco, alumínio, petróleo, cereais, etc., com o objectivo de provocar a subida dos preços e assim obter lucros astronómicos. Desta maneira, condiciona o crescimento da economia mundial, bem como condena milhões de pessoas a fome.

No que toca a canibalização económica de um país a fórmula é simples: o Goldman, com a cumplicidade das agências de rating, declara que um governo está insolvente, como consequência as yields sobem e obriga-o, assim, a pedir mais empréstimos com juros agiotas. Em simultâneo impõe duras medidas de austeridade que empobrecem esse pais. De seguida, em nome do aumento da competitividade e da modernização, obriga-os a abrir os seus sectores económicos estratégicos (energia, águas, saúde, banca, seguros, etc.) às corporações internacionais.

Como as empresas nacionais estão bastante fragilizadas e depauperadas pelas medidas de austeridade e da consequente recessão não conseguem competir e acabam por ser presa fácil das grandes corporações internacionais.

A estratégia predadora do Goldman and Sachs tem sido muito eficiente. Esta passa por infiltrar os seus quadros nas grandes instituições políticas e financeiras internacionais, de forma a condicionar e manipular a evolução política e económica em seu favor e em prejuízo das populações. Desta maneira, dos cargos de CEO do Banco Mundial, do FMI, da FED, etc. fazem parte quadros oriundos do Goldman and Sachs. E na UE estão: Mário Draghi (BCE), Mário Monti e Lucas Papademos (primeiros-ministros de Itália e da Grécia, respectivamente), entre outros. Alguns eurodeputados ficaram estupefactos quando descobriram que alguns consultores da Comissão Europeia, bem como da própria Angela Merkel, tem fortes ligações ao Goldman and Sachs. Este poderoso império do mal, que se exprime através de sociedades anónimas, está a destruir não só a economia e o modelo social, como também as impotentes democracias europeias.

Texto de Domingos Ferreira
Professor/Investigador Universidade do Texas, EUA, Universidade Nova de Lisboa

in https://www.google.pt/search?sourceid=chrome&ie=UTF-8&q=Os+arautos+da+transpar%C3%AAncia%2C+t%C3%AAm+como+adjunto+do+primeiro-ministro

12 comentários:

M.Gomes disse...

Adorei o seu artigo. De facto é escandaloso tudo o que se está a passar.

Eddy disse...

Até dá vontade de rir com certos comentários que se escrevem por aqui!!!
Será que as pessoas não vêem que a trampa já vem muito de trás, e que agora que a seringa chegou ao rabo toda a gente foge. Pois é,....todos com a mania da grandeza! quando sempre fomos (nas últimas décadas), um país pobre e agora mal agradecido. Então pensavam que a torneira não se fechava! Agora está na hora de pagar e não bufar! Pois, porque este país andou a gastar o dinheiro que era dos outros. Aqui está a diferença entre os escandinavos e os portugueses: eles são ricos e sem manias e nós somos pobres e com a mania que somos ricos, digo.

Formiga disse...

Eddy, o Pais não andou a gastar... meia duzia roubam o Pais e gastam...

Nós somos pobres e parvos... deixamos os ladrões assaltar-nos e andamos felizes e contentes, outros dizendo asneira...

Pedrotmadeira disse...

Uma mentira repetida muitas vezes torna-se verdade(para alguns...) É o caso do "andámos a gastar acima das nossas possibilidades..." É MENTIRA! A MAIOR PARTE DO POVO PORTUGUÊS VIVEU SEMPRE DO SEU TRABALHO E TEM DE PAGAR OS ROUBOS DESCARADOS DA MAFIA QUE TOMOU CONTA DO PAÍS (com tentáculos internacionais)E QUE CONTINUA A AFUNDÁ-LO E A ROUBAR-NOS :( PSD, CDS e PS DESAPAREÇAM DE VEZ!!!

Anónimo disse...

Eddy vai para a escola da vida para ver se consegues separar o trigo do joio, porque assim não passas de um reacionário de estufa

Jaime V. disse...

«Pois, porque este país andou a gastar o dinheiro que era dos outros.»

É verdade, os bancos andaram a gastar(emprestar)ao povo o dinheiro que pediam. Metiam-lhe o dinheiro pelos olhos dentro. Até emprestavam para comprar ações de empresas fantasmas. Tudo isto se inseria numa estratégia de longo termo para endividar o país e fazê-lo entrar na situação em que se encontra.
Quem ganha um salário e faz contas a quanto pode dispor mensalmente para pagar as prestações, não andou armado em rico nem a gastar o que não podia.
A estratégia do derrube das Nações passa por destruir empregos para que estas situações se criem.
Mas não acusem só o Goldman Sachs porque o golpe é dos sete maiores bancos que são propriedade e liderados pela cúpula judaico/sionista que odeia os Goyins e quer vê-los escravizados. É biblico!

Ricardo disse...

Gostaria de divulgar aqui um projecto para acabar com esta vergonha.
Movimento Cidadania e Democracia Participativa

http://movimentocdp.wordpress.com/

Nebur Etnelav disse...

O povo não andou a viver acima das possibilidades!
A banca é que andou a brincar com o dinheiro das pessoas! Que eu saiba a Banca tem o dever de saber a quem empresta o dinheiro e um empréstimo dá sempre lucro para o lado da banca, caso não dê a banca têm que assumir esse prejuizo como qualquer empresa faz quando erra!
Se eu for a um banco pedir um empréstimo eles ficam sempre com um margem de lucro de mais de 13%, e se eu quiser guardar o meu dinheiro eles só me pagam 3% no máximo, logo quando eles têm prejuizos têm que arcar com eles! Não temos nada que andar a arcar com os prejuizos dos negócios ruinosos dos Bancários!

eumesmo disse...

Oh Eddy deves andar a comer merda às colheres? Ou tb fazes parte da máfia...Se tu andaste a viver acima das tua spossibilidades, se tu achas que tens responsabilidade nela entao paga a tu borrego! Fdx é à conta de labregos como tu é que os mesmo estão lá smepre no poleiro e fazem o que querem e lhes apetece...

vatua disse...

Muito bem escrito, claro,consiso e preciso, retrata uma situação que já desconfiava que se estaria a passar, devido ás leituras e comparações que vou fazendo

vatua disse...

às ...

Anónimo disse...

o que os portugueses pagam é no que levam os corruptos através de capangas portugueses iguaalmente portugueses...
Será isto ? Claro que sim.