20 de abril de 2013

ALCAÇER DO SAL E TORRES COUTO…


Depois do Torres Couto ter andado a roubar os direitos dos trabalhadores, primeiro aos profissionais de seguros e depois a todos os trabalhadores portugueses;

Depois de ter vendido os direitos de quem trabalha, a troco de uns subsídios para a UGT e consequentemente para o seu bolso e dos amigos;

Depois dos seus donos o terem safado de ser preso, por desvio das receitas recebidas em troca da venda dos direitos de quem trabalha;

Depois de ter ido para deputado do PS, prémio por serviços prestados ao Mário Soares e amigos;

Depois de ter “desaparecido” e “hibernado” para que fosse esquecido os crimes, que não se tornaram em crimes graças as peripécias do processo criminal e do santo prescrição;

Depois de ter aparecido a dar opiniões na comunicação social amiga do peito, dos liquidadores do povo português. Comentários que queriam fazer dele um “grande homem de esquerda”.

Agora, aparece como candidato à Camara Municipal de Alcácer do Sal…

Espero que o povo não tenha esquecido o que este homem fez para vender os direitos dos trabalhadores portugueses, e que façam a opção certa no momento do voto…

2 comentários:

Jose Torres Couto disse...

Já outorguei aos meus advogados e subestabeleci poderes legais, para apresentar uma acção judicial por calúnia, difamação, danos morais e subsequente indemnização pelo teor asqueroso, miserável e canalha da matéria postada. Em tribunal irá apresentar provas das suas perfídias e mentiras. Quando de refere a processos judiciais prescritos, deve-se estar a referir ao processo intentado contra a CGTP, na mesma data e da mesma natureza do processo da UGT, também por alegado desvio de fundos; o da UGT foi julgado e com sentença absolutória. O da CGTP, esse sim não foi julgado por prescrição não se tendo ficado a saber se o alegado crime foi, ou não cometido. A sua mentira cega e sectária fê-lo cair nessa armadilha. Encontrar-nos-emos em Tribunal; não lhes/vos perdoarei.

Formiga disse...

Pois é... e a reunião na qual, após diversas manobras, foi vendida a caixa "saúde" dos profissionais de seguros? Ou os complementos de reforma?