27 de outubro de 2010

Sr. Dr. Professor...

Ontem o Sr. Dr. Professor Cavaco Silva, para espanto de todos nós, anunciou a sua candidatura à Presidência da República utilizando somente 2700 segundos, no horário nobre da televisão.

Pelos vistos, é uma candidatura cheia de ar fresco e que vai mudar a miséria que assola o País, após ter feito um investimento de muitos anos em que esteve no governo e na Presidência da República, onde com a sua dedicação e amor ao capital conseguiu proporcionar muita riqueza a quem era rico, e muita miséria a quem mais precisava.

No entanto o Sr. Dr. Prof. disse que ia ser muito poupadinho na propaganda, deve ser porque não paga o tempo de antena que a comunicação social lhe proporciona, diariamente (investimento dos Srs do dinheiro, que lhes rende muito mais do que tivessem o dinheiro investido em aplicações financeiras).

Como se não bastasse, tem os seus amigos, exímios fazedores de opinião pública, que vão minando com as suas falinhas de cordeiros… as mentes e consciências pouco esclarecidas que povoam este Portugal.

Ilustres privilegiados, que vendem ao povo que a miséria que lhes impõem é necessária, para bem do Pais (esquecem-se é de dizer quem são os beneficiados), usando largos “tempos de antena”, providenciados por quem ganha com a miséria dos trabalhadores.

Enquanto isso, estes Ilustres têm a entrar nas suas contas chorudas quantias, referentes a pressupostos pareceres que emitem e pagos com verbas inscritas no orçamento de estado; Rubrica que nunca sofre com a crise, antes pelo contrário… está sempre a crescer, pois estes ilustres não fazem nada de “borla”.

4 comentários:

Rogério Pereira disse...

...a manipulação é gigantesca
e a encenação explendorosa
em perfeita unidade grotesca
a laranja e a rosa

Maria disse...

Metem nojo. Um e outros.

OutrosEncantos disse...

... é a minha alma que se arrepia sempre que olho imagens assim, como esta aqui ao lado, um idoso, que nem é tanto assim, sentado na sua cama de cartão, cujo colchão é uma pedra, ao relento...
e logo de seguida me vêm à mente, milhares de outros tantos, por aí... idosos e crianças, tais como as que tens alí... no canto superior direito
... e há ainda outro, que é o pior de todos, confesso o meu egoísmo, e é aquele que para além da alma me arrepia a pele, o cérebro, os cabelos e sei lá que mais, ... é quando os olho como quem se vê ao espelho daqui a uns tempos... confesso-te ainda, que não sei se ainda acredito que exista alguém capaz de nos dar uma esperança de fim de vida digna, e futuro no mínimo razoável às novas gerações...
hoje tenho um sono terrível, nem me consigo zangar, um sono que é assim como uma enorme tristeza...

bem..., nem imaginas o testamento que eu aqui te tinha escrito... lolll..., grande seca... (risos)
apaguei...
hoje não consigo falar dessa gente
sorry...
obrigada pelo carinho lá no meu cantito :-)

beijos.

Mar Arável disse...

Cavaco a génese de tantas crises

um fazedor de crises
com mais apoio de Sócrates
que do Passos Coelho
Um triste espectáculo responsável
pelo desmantelamento da democracia